A DC/Warner pode até perder para Marvel nos cinemas, mas assim como nos games, as animações são um campo extremamente dominado pela Distinta Concorrência.

Aqui vai uma lista com algumas das melhores animações da DC/Warner que você não pode deixar de ver:

Lanterna Verde: Cavaleiros Esmeralda

Nessa animação da DC temos um compilado de pequenas histórias sobre os lanternas verdes mais notáveis da tropa, todas escritas por Geoff Johns, Alan Burnett e Dave Gibbons.

Tudo acontece quando Hal Jordan acompanha a novata Arisia, no intuito de inspira-la, Hal conta a ela algumas histórias incríveis sobre alguns dos lanternas mais reconhecidos da tropa. Enquanto isso, uma trama paralela ocorre, a Tropa se prepara para uma batalha com Krona, um antigo inimigo da tropa.

O filme é sensacional, a parceria DC/Warner mostra de vez todo o seu potencial, com ótimas histórias e um excelente roteiro, o estilo da animação não deixa nada a desejar. Para quem nunca leu uma HQ dos Lanterna Verde, essa é uma dica quente para você adentrar um pouquinho mais da mitologia do personagem.

Batman: Assalto em Arkham

Amanda Waller junta alguns dos mais perigosos criminosos do universo de Batman, juntos eles formam o Esquadrão Suicida, que como o nome já diz, terá que realizar algumas missões suicidas pra velhota. Essa é a premissa de Assalto em Arkham.

O Esquadrão Suicida teve sua primeira aventura em The Brave and the Bold #25 (1959), era o nome informal de um pelotão durante a Segunda Guerra Mundial que reunia criminosos dispostos à lutar pelo seu país e guerrearem ao lado de soldados. Fundado por Cap. Richard Rogers Flag, Dr. Hugh Evans, Jess Bright e Karin Grace, em 1940.

A segunda formação [com a primeira aventura em Legends #3 (1986). Ao contrário de seus antecessores que usavam apenas criminosos comuns em suas missões, esta outra formação reúne os supervilões da DC Comics. O segundo grupo ficou sob o comando de Amanda Waller, Rick Flag e do veterano de Segunda Guerra Mundial, General Frank Rock.

Bem, um pouco diferente dessas formações ai, na animação nós teremos: Deadshot, Harley Quinn, Captain Boomerang, Black Spider, KGBeast, Killer Frost e King Shark.

A animação é simplesmente sensacional, mostrada toda da perspectiva do Deadshot, o nosso Cavaleiro das Trevas faz algumas aparições esporádicas durante a história, participando de forma ativa no desfecho final da animação. Vale a pena uma conferida.

Batman: Ano Um

Publicada em 1987, a HQ Batman: Ano Um tinha roteiro de Frank Miller e desenhos de David Mazzucchelli e contava a história do início do playboy Bruce Wayne na sua interminável luta contra o crime, ao mesmo tempo em que despontava a ascenção do tenente Jim Gordon ao cargo de Comissário.

Em 2011 a HQ ganha uma adaptação em forma de uma animação da Warner, homônima a obra original, a animação tem um nível de qualidade muito bom, coisa que já era de se esperar das animações da Warner.

Lembro-me quando era criança, sempre ficava imaginando como seria tantos arcos fodas da época em animações dignas. Se você também sempre teve o mesmo desejo, então a hora de conferir é essa.

Batman: O cavaleiro das trevas

O Cavaleiro das Trevas também é uma animação que se trata de uma adaptação, curiosamente, também de uma HQ escrita por Frank Miller.

A história se passa em um futuro próximo, onde temos um Bruce Wayne velho e aposentado e a cidade de Gotham está mergulhada em onda de criminalidade jamais vista antes. Cansado de ver sua cidade perecer, Wayne retoma o manto do morcego contrariando assim toda uma nova política de governo que se construiu ao longos dos anos. A situação se complica a tal modo, que a luta final é entre Batman e Superman.

TDK é uma das HQs mais aclamadas da DC, muitos consideram a obra prima de Frank Miller. A animação não fica atrás, com ótimas cenas de ação e um roteiro fiel dentro dos limites do possível, ela se divide em duas partes de aproximadamente 1 hora.

A animação não é perfeita, nem de longe pode ser considerada como uma substituta a obra original, mas vale sim, pela diversão.

Liga da Justiça: Crise em Duas terras

Fazendo uma leve referência a Crise nas infinitas terras, série de HQ da DC publicadas em 1986, a animação se passa em duas realidades(universos) distintas. Em uma terra paralela, alguns vilões são na verdade heróis que lutam contra a opressão de uma sociedade de Super Seres chamada de Sindicato do Crime, que possui versões maléficas dos nosso heróis tradicionais.

A trama é bem desenvolvida e enxuta e o personagens muito bem explorados, destaque para Coruja, a contraparte do Batman que sofre dos mesmos conflitos sociais do morcego, só que com um nível de perturbação mental fora do comum. Se você é fã de animações de Super Heróis, não deixa que conferir essa, é diversão garantida ou seu like de volta.

Compartilha, vai